Reflexão do Evangelho 10/08/2019

Encontro de Cura – Goiânia/GO
agosto 9, 2019
Reflexão do Evangelho 11/08/2019
agosto 11, 2019

Evangelho de hoje (Jo 12,24-26)

«Se o grão de trigo que cai na terra não morre, fica só. Mas, se morre, produz muito fruto. Quem se apega à sua vida, perde-a; mas quem não faz conta de sua vida neste mundo, há de guardá-la para a vida eterna». Nesta passagem que a Liturgia escolheu para a memória de São Lourenço, o diácono romano queimado vivo em uma grelha, Jesus ensina que a vida se perpetua quando oferecida em sacrifício. A imagem que ele nos apresenta é o humilde grão de trigo que, lançado à terra, deve morrer para germinar. Tão óbvio, tão ilógico para os conceitos do mundo prático! O mundo tem sede de vida, teme a morte, assusta-se com a possível implosão do planeta em consequência de um desastre ambiental (provocado). E a saída nos é oferecida no gesto de dar a vida para que o mundo viva. Aliás, Jesus Cristo não só nos explicou, mas também o praticou.  Sejamos imitadores do nosso divino Mestre e façamos da nossa vida como fez o Apóstolo Paulo: “Porque para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro.” (Fil 1, 21). Sou medroso e covarde, Jesus, mas aumenta minha fé!

São Lourenço, diácono e mártir, rogai por nós!
Shalom 🙏 Veni Sancte Spiritus!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *