Reflexão do Evangelho 14/06/2019

Reflexão do Evangelho 13/06/2019
junho 13, 2019
Reflexão do Evangelho 15/06/2019
junho 15, 2019

Evangelho de hoje (Mt 5,27-32)

«Todo aquele que olhar para uma mulher com o desejo de possuí-la, já cometeu adultério». Refere-se ao olhar pecaminoso dirigido a toda a mulher, casada ou não. Nosso Senhor leva à sua plenitude o preceito da Antiga Lei. Neste só se considerava pecado o adultério e o desejo da mulher do próximo. O desejo: uma coisa é sentir e outra consentir. O consentimento supõe a advertência da maldade desses atos (olhares, imaginações, desejos impuros), e a voluntariedade que livremente os admite. A proibição dos vícios implica sempre um aspecto positivo, que é a virtude contrária. A santa pureza é, como toda a virtude, eminentemente positiva; nasce do primeiro mandamento e para ele se ordena: «Amarás o Senhor teu Deus com todo o teu coração e com toda a tua alma e com toda a tua mente». «A pureza é consequência do amor com que entregamos ao Senhor a alma e o corpo, as potências e os sentidos. Não é uma negação: é uma alegre afirmação» (Cristo que passa, nº5). Esta virtude exige pôr todos os meios e, se for necessário, heroicamente. Entre os meios ascéticos que servem para salvaguardar a virtude da santa pureza podem enumerar-se: Confissão e Comunhão frequentes; devoção à Santíssima Virgem; espírito de oração e mortificação; guarda dos sentidos; fuga das ocasiões, e esforço por evitar a ociosidade, estando sempre ocupados em coisas úteis.

Tenha um abençoado final de semana!
Shalom 🙏 Veni Sancte Spiritus!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *