Reflexão do Evangelho 15/07/2019

Reflexão do Evangelho 14/07/2019
julho 14, 2019
Reflexão do Evangelho 16/07/2019
julho 16, 2019

Evangelho de hoje (Mt 10,34-42; 11,1)

«Quem ama pai ou mãe mais do que a mim, não é digno de mim. E quem ama filho ou filha mais do que a mim não é digno de mim». Essas palavras de Jesus não contêm nenhuma oposição, mas simplesmente indicam a ordem que há de se respeitar entre os mandamentos. Devemos amar a Deus com todas as nossas forças, mas também devemos amar e respeitar nossos pais que Deus nos deu e que generosamente colaboraram com o poder criador de Deus para nos trazer à vida. Porém, o amor aos pais não pode se antepor ao amor de Deus; não tem por que se levantar oposição entre ambos, mas se em algum caso se chegasse a levantar, há que ter bem gravadas na mente e no coração essas palavras de Cristo. Ele mesmo nos deu exemplo disto: “Por que me procuráveis? Não sabíeis que devo ocupar-me das coisas de meu Pai?” Deste fato devem tirar consequências tanto filhos como pais. Os filhos, para aprender que não se pode antepor o carinho para com os pais ao amor de Deus; os pais, para saber que os filhos são de Deus em primeiro lugar e que, portanto, Ele tem direito a dispor deles, ainda que isto suponha um sacrifício. De acordo com esta doutrina há que ser generosos e deixar agir Deus. De todas as maneiras, Deus nunca Se deixa vencer em generosidade. Jesus prometeu dar cem por um, mesmo nesta vida, e depois a bem-aventurança eterna, àqueles que respondem com desprendimento à Sua santa Vontade.

São Boaventura, bispo e doutor da Igreja, rogai por nós!
Tenha uma abençoada semana!
Shalom 🙏 Veni Sancte Spiritus!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *