Reflexão do Evangelho 23/07/2019

7º DIA Novena a Nossa Senhora do Carmo – Livrai-nos do desânimo
julho 22, 2019
8º DIA Novena a Nossa Senhora do Carmo – Livrai-nos do desânimo
julho 23, 2019

Evangelho de hoje (Mt 12,46-50)

Minha mãe e meus irmãos! Com sabedoria, Jesus aproveita toda circunstância para esclarecer a natureza de sua nova família. Hoje, serve-se da chegada de sua mãe e dos parentes que querem Lhe falar. Sua mãe deve ter-se lembrado daquela expressão um tanto misteriosa que ouvira do filho com doze anos de idade: “Não sabiam que Eu devo estar ocupado com as coisas do Meu Pai?”. Contudo, Jesus não esboçou nenhuma indiferença ou repulsa em relação aos familiares recém-chegados. Apenas deixou claro que daí em diante seus familiares, seus íntimos, são os que fazem a vontade do Pai. Fica estabelecido o critério para sabermos qual é o grau de nossa familiaridade com Jesus: não é o sangue, mas nossa adesão incondicional a Ele e ao projeto salvífico do Pai. Ninguém cumpriu a vontade do Pai como Maria. Quem não consegue entender esta frase de Jesus: “Eis a minha mãe!”, jamais entenderá a outra frase que Ele pronuncia na Cruz: “Eis a tua mãe!”

Santa Brígida, co-padroeira da Europa, rogai por nós!
Shalom 🙏 Veni Sancte Spiritus!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *