Reflexão do Evangelho 01/09/2021

Bom dia Espírito Santo! O que vamos fazer juntos hoje…

Neste mês da Bíblia, busquemos compreender melhor quem realmente é Jesus Cristo…

Evangelho de hoje, 01 de setembro (Lc 4,38-44): «Curou todos os doentes»
Jesus saiu da sinagoga e entrou na casa de Simão. A sogra de Simão estava sofrendo, com muita febre. Intercederam a Jesus por ela. Então, Jesus se inclinou sobre ela e, com autoridade, mandou que a febre a deixasse. A febre a deixou, e ela, imediatamente, se levantou e pôs-se a servi-los. Ao pôr-do-sol, todos os que tinham doentes, com diversas enfermidades, os levavam a Jesus. E ele impunha as mãos sobre cada um deles e os curava. De muitas pessoas saíam demônios, gritando: «Tu és o Filho de Deus!». Ele os repreendia, proibindo que falassem, pois sabiam que ele era o Cristo. De manhã, bem cedo, Jesus saiu e foi para um lugar deserto. As multidões o procuravam e, tendo-o encontrado, tentavam impedir que ele as deixasse. Mas ele disse-lhes: «Eu devo anunciar a Boa Nova do Reino de Deus também a outras cidades, pois é para isso que fui enviado». E ele ia proclamando pelas sinagogas da Judéia.
 
COMENTÁRIO: «Ao cair da tarde, trouxeram-Lhe muitos possessos. Jesus expulsou os espíritos com uma palavra e curou todos os doentes». Vês como a fé da multidão crescia pouco a pouco? Apesar de a hora ser avançada, não quiseram deixar o Senhor; sendo já tarde, podiam trazer-Lhe os doentes. Imagina o número de curas que os evangelistas não relataram; não no-las contam todas, uma a uma, mas nos mostram um oceano infinito de milagres com uma só frase. E, para que a grandeza do prodígio não nos provoque incredulidade, para que não fiquemos perturbados com o pensamento de uma tal multidão ferida de males tão diversos e curada num instante, o Evangelho traz o testemunho do profeta, tão extraordinário e tão surpreendente como os próprios factos: «Assim se cumpria o que o profeta Isaías anunciara, dizendo: “Tomou sobre Si as nossas enfermidades e suportou as nossas doenças”». Não diz que as destruiu, mas que as tomou sobre Si, que as carregou, frisando assim, no meu entender, que o profeta está a referir-se mais ao pecado que os males do corpo, o que está em conformidade com a palavra de João Batista: «Eis o Cordeiro de Deus, eis Aquele que tira o pecado do mundo» (Jo 1,29) – (São João Crisóstomo, bispo e doutor da Igreja).
 
Leia a Bíblia: “Quando rezamos, falamos com Deus. Quando lemos a Sagra Escritura, Deus fala conosco” (Santo Isidoro).
À Jesus, toda honra, louvor e adoração!
Shalom🙏Veni Sancte Spiritus! Veni Lumem Cordium!

Compartilhe Também

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

INSCREVA-SE NO BOLETIM INFORMATIVO

Inscreva-se para receber nossas últimas notícias

Mais para você ler