Reflexão do Evangelho 06/01/2021

Bom dia Espírito Santo! O que vamos fazer juntos hoje….

Evangelho de hoje, 06 de janeiro (Mc 6,45-52): «A “barca” estava no meio do mar»
Depois de saciar a fome dos cinco mil homens, Jesus obrigou logo os seus discípulos a subirem para o barco e a irem à frente, para o outro lado, rumo a Betsaida, enquanto Ele próprio despedia a multidão. Depois de os ter despedido, subiu ao monte para orar. Era já noite, o barco estava no meio do mar e Ele sozinho em terra. Vendo-os cansados de remar, porque o vento lhes era contrário, foi ter com eles de madrugada, andando sobre o mar; e fez menção de passar adiante. Mas, vendo-O andar sobre o mar, julgaram que fosse um fantasma e começaram a gritar, pois todos O viram e se assustaram. Mas Ele logo lhes falou: «Tranquilizai-vos, sou Eu, não temais!» A seguir, subiu para o barco, para junto deles, e o vento amainou. E sentiram um enorme espanto, pois ainda não tinham entendido o que se dera com os pães: tinham o coração endurecido.
 
COMENTÁRIO: «Vendo-os cansados de remar, […] foi ter com eles de madrugada». Os apóstolos atravessam o lago. Jesus está sozinho em terra, enquanto eles se cansam de remar sem conseguirem avançar, porque o vento é contrário. Jesus ora e, na sua oração, os vê esforçando-se e vem logo ao seu encontro. É claro que este texto está cheio de símbolos da Igreja: os apóstolos no mar lutando contra o vento, o Senhor ao pé do Pai. Mas o que é determinante é que, na sua oração, enquanto está «ao pé do Pai», Ele não está ausente; bem pelo contrário, ao rezar, vê-os. Quando Jesus está junto do Pai, está presente na Igreja. O problema da vinda final de Cristo é aqui aprofundado e transformado de modo trinitário: Jesus vê a Igreja no Pai e, pelo poder do Pai e pela força do seu diálogo com Ele, está presente junto dela. É justamente este diálogo com o Pai enquanto «está no monte» que O torna presente, e inversamente. A Igreja é, por assim dizer, objeto de conversa entre o Pai e o Filho, ou seja, está ancorada na vida trinitária (Cardeal Joseph Ratzinger, Papa Bento XVI).
 
Orai sem cessar: “Ainda que eu atravesse o vale escuro, nada temerei, pois estais comigo!” (Sl 22,4).
À Jesus, toda honra, louvor e adoração!
Shalom🙏Veni Sancte Spiritus! Veni Lumem Cordium!

Compartilhe Também

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

INSCREVA-SE NO BOLETIM INFORMATIVO

Inscreva-se para receber nossas últimas notícias

Mais para você ler

LOJA VIRTUAL

(Clique na imagem para acessar)

fechar
Comece a digitar para ver as postagens que está procurando.
Voltar Ao Topo