Reflexão do Evangelho 13/05/2022

Bom dia Espírito Santo! O que vamos fazer juntos hoje…

Evangelho de hoje, 13 de maio (João 14,1-6): «Jesus é o caminho. Ele deixou neste mundo as pegadas limpas dos Seus passos, sinais indeléveis que nem o desgaste dos anos nem a perfídia do inimigo conseguiram apagar».

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Não se perturbe o vosso coração! Credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas. Não fosse assim, eu vos teria dito. Vou preparar um lugar para vós. E depois que eu tiver ido e preparado um lugar para vós, voltarei e vos levarei comigo, a fim de que, onde eu estiver, estejais vós também. E para onde eu vou, conheceis o caminho». Tomé disse: «Senhor, não sabemos para onde vais. Como podemos conhecer o caminho?». Jesus respondeu: «Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim».

COMENTÁRIO: «Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim!» Segundo parece, o anúncio das negações de Pedro entristeceu os discípulos. Jesus os anima dizendo que vai partir para lhes preparar uma morada nos Céus, pois, apesar das suas misérias e fracassos, finalmente perseverarão. A volta a que Se refere Jesus inclui a Sua segunda vinda no fim do mundo, ou Parusia (1Cor 4,5; 11,26; 1Tess 4,16-17; 1Jo 2,28) e o encontro com cada alma depois da morte: Cristo nos preparou a morada celeste mediante a Sua obra redentora. Por isso, as Suas palavras podem considerar-se dirigidas não só aos Doze, mas a todos os que crerem n’Ele ao longo dos tempos. O Senhor levará consigo até à Sua glória todos os que tiverem acreditado n’Ele e Lhe tiverem sido fiéis. Jesus é o caminho para o Pai: pela Sua doutrina, pois observando o Seu ensinamento chegaremos ao Céu; pela fé que suscita, porque veio a este mundo para que «todo o que crer tenha vida eterna n’Ele» (Jo 3,15); pelo Seu exemplo, já que ninguém pode ir ao Pai senão imitando o Filho; pelos Seus méritos, com que nos possibilita a entrada na pátria celeste; e, sobretudo, é o caminho porque revela o Pai, com Quem é um, pela Sua natureza divina.

Em todas as aparições de Fátima, Nossa Senhora repetiu: “Rezai o Rosário todos os dias”, mostrando-nos que essa é a oração que mais lhe agrada e com a qual podemos obter “infalivelmente” as graças de que precisamos.
Apesar de sua forma simples, o Rosário é o memorial de toda a vida de Nosso Senhor Jesus cristo, que contemplamos ao longo de cada Ave-maria.
Entregando-nos esse sacramental, a Mãe de Deus quis colocar ao nosso alcance um poderosíssimo meio de salvação e um auxílio nas dificuldades.
As graças ligadas ao Terço (a parte diária do Rosário) são tão abundantes que podemos aplicar a ele as palavras de São Bernardo de Claraval, na famosa oração do “Lembrai-vos”: Nunca se ouviu dizer que alguém tenha recorrido à sua proteção e tenha sido desamparado.
Nossa Senhora de Fátima, rogai por nós, pela Igreja de Cristo, pelo fim da guerra na Ucrânia e pelo fim da Pandemia!
Tenha um abençoado final de semana!
À Jesus, toda honra, louvor e adoração!
Shalom🙏Veni Sancte Spiritus! Veni Lumem Cordium!

Compartilhe Também

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

INSCREVA-SE NO BOLETIM INFORMATIVO

Inscreva-se para receber nossas últimas notícias

Mais para você ler

escort -
slotbaronline.com
- cratos casino giriş -

kolaybet.pro

- asya-bahis.net -

betcup.pro

-
casinovale.club
- bahsegel.club