Reflexão do Evangelho 15/11/2021

Bom dia Espírito Santo! Espírito Santo! O que vamos fazer juntos hoje….

Evangelho de hoje, 15 de novembro (Lc 18,35-43): “A cura do cego de Jericó”
Quando Jesus se aproximou de Jericó, um cego estava sentado à beira do caminho, pedindo esmola. Ouvindo a multidão passar, perguntou o que estava acontecendo. Disseram-lhe: «Jesus Nazareno está passando». O cego então gritou: «Jesus, Filho de Davi, tem compaixão de mim!» As pessoas que iam na frente mandavam que ele ficasse calado. Mas ele gritava mais ainda: «Filho de Davi, tem compaixão de mim!» Jesus parou e mandou que lhe trouxessem o cego. Quando ele chegou perto, Jesus perguntou: «Que queres que eu te faça?» O cego respondeu: «Senhor, que eu veja». Jesus disse: «Vê! A tua fé te salvou». No mesmo instante, o cego começou a enxergar de novo e foi seguindo Jesus, glorificando a Deus. Vendo isso, todo o povo deu glória a Deus».
 
COMENTÁRIO: «Jesus, Filho de Davi, tem compaixão de mim!» Movido pela fé, o cego de Jericó, ao saber que Jesus de Nazaré está passando, começa a gritar, pedindo-lhe piedade. Não conta com a solidariedade dos que estão ao redor de Jesus; ao contrário, estes querem silenciá-lo. É a prática mais comum em nossa sociedade: em vez de socorrermos os marginalizados, nós os consideramos inconvenientes na vida social e os amordaçamos com silêncio paralisante. Em favor do cego de Jericó, vem a sensibilidade de Jesus, que faz uma parada e manda que o chamem, restituindo-lhe a visão. Vale a pena fazer como Bartimeu, porque Jesus ouve. E ouve sempre! Por mais confusão que alguns organizem à nossa roda. A confiança de Bartimeu desarma Jesus e rouba-lhe o coração: «Vê, a tua fé te salvou!» A fé, se é forte, defende toda a casa, quer dizer, tudo pode. Jesus é tudo; Ele nos dá tudo. Então, que outra coisa podemos fazer perante Ele, se não lhe dar uma resposta de fé? Aprendamos com Bartimeu. Grita! Os ouvidos do Filho de Deus não ficarão surdos aos nossos pobres apelos…
 
Orai sem cessar: “Cura-me, Senhor, e ficarei curado; salva-me, e serei salvo, porque sois a minha glória” (Jer 17,14).
Santo Alberto Magno, rogai por nós, pela Igreja de cristo e pelo fim da Pandemia!
À Jesus, toda a honra, louvor e adoração!
Shalom🙏Veni Sancte Spiritus! Veni Lumem Cordium!

Compartilhe Também

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

INSCREVA-SE NO BOLETIM INFORMATIVO

Inscreva-se para receber nossas últimas notícias

Mais para você ler