Reflexão Do Evangelho 27/03/2021

Bom dia Espírito Santo! O que vamos fazer juntos hoje….

Evangelho de hoje, 27 de março (Jo 11,45-56): «É melhor um só morrer pelo povo»
Muitos judeus que tinham ido à casa de Maria e viram o que Jesus fizera, creram Nele. Alguns, porém, foram contar aos fariseus o que Jesus tinha feito. Os sumos sacerdotes e os fariseus, então, reuniram o sinédrio e discutiam: «Que vamos fazer? Este homem faz muitos sinais. Se deixarmos que Ele continue assim, todos vão acreditar Nele; os romanos virão e destruirão o nosso Lugar Santo e a nossa nação». Um deles, chamado Caifás, sumo sacerdote naquele ano, disse: «Vós não entendeis nada! Não percebeis que é melhor um só morrer pelo povo do que perecer a nação inteira?» Caifás não falou isso por si mesmo. Sendo sumo sacerdote naquele ano, profetizou que Jesus iria morrer pela nação; e não só pela nação, mas também para reunir os filhos de Deus dispersos. A partir desse dia, decidiram matar Jesus. Por isso, Jesus não andava mais em público no meio dos judeus. Ele foi para uma região perto do deserto, para uma cidade chamada Efraim. Lá permaneceu com os seus discípulos. A Páscoa dos judeus estava próxima. Muita gente da região tinha subido a Jerusalém para se purificar antes da Páscoa. Eles procuravam Jesus e, reunidos no templo, comentavam: «Que vos parece? Será que ele não vem para a festa?» Entretanto, os sumos sacerdotes e os fariseus tinham dado a seguinte ordem: se alguém soubesse onde Jesus estava, devia comunicá-lo, para que o prendessem.
 
COMENTÁRIO: «Quando Eu for elevado da Terra, atrairei todos a Mim» (Jo 12,32). Admirável poder da cruz! Indescritível glória da Paixão! Aí se encontra o tribunal do Senhor, o julgamento do mundo e a vitória do Crucificado. Sim, Tu atraíste todos a Ti, Senhor, e quando «estendias continuamente as mãos para um povo incrédulo e rebelde» (Is 65,2; cf Rom 10,21), o mundo percebeu que devia glorificar a tua majestade. Tu atraíste todos a Ti, Senhor, e, quando o véu do Templo se rasgou (Mt 27,51), a imagem do Santo dos Santos manifestou-se na verdade, a profecia foi completamente cumprida e a Lei antiga foi substituída pelo Evangelho. Tu atraíste todos a Ti, Senhor, para que o culto de todas as nações seja celebrado em plenitude por aquele mistério que, até então envolto em símbolos num só Templo na Judeia, será por fim expresso abertamente. Porque a tua cruz é a fonte de todas as bênçãos, a causa de toda a graça. Da fraqueza da cruz, os crentes recebem a força; da sua vergonha, a glória; da tua morte, a vida. Agora, de fato, acabaram-se os múltiplos sacrifícios: a oferenda única do teu corpo e do teu sangue leva ao seu cumprimento todos os sacrifícios oferecidos nas diferentes partes do mundo, porque Tu és o verdadeiro Cordeiro de Deus, que tira o pecado o mundo (cf Jo 1,29). Tu realizas em Ti todas as religiões de todos os homens, para que todos os povos formem um só Reino (São Leão Magno, papa, doutor da Igreja).
 
Orai sem cessar: “Se por um só homem, pelo pecado de um só [Adão] reinou a morte, com muito maior razão aqueles que recebem a abundância da graça e o dom da justiça reinarão na vida por um só, que é Jesus Cristo!” (Rm 5,17)
São José, servo justo e fiel, rogai por nós, pelo fim da Pandemia e de todo mal que a circunda!
À Jesus, toda honra, louvor e adoração!
Shalom🙏Veni Sancte Spiritus! Veni Lumem Cordium!

Compartilhe Também

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

INSCREVA-SE NO BOLETIM INFORMATIVO

Inscreva-se para receber nossas últimas notícias

Mais para você ler