Reflexão do Evangelho 29/12/2021

Bom dia Espírito Santo! O que vamos fazer juntos hoje….

Evangelho de hoje, 29 de dezembro (Lc 2,22-35): «Todo primogênito do sexo masculino será consagrado ao Senhor»
E quando se completaram os dias da purificação, segundo a lei de Moisés, levaram o menino a Jerusalém para apresentá-lo ao Senhor, conforme está escrito na Lei do Senhor: «Todo primogênito do sexo masculino será consagrado ao Senhor». Para tanto, deviam oferecer em sacrifício um par de rolas ou dois pombinhos, como está escrito na Lei do Senhor. Ora, em Jerusalém vivia um homem piedoso e justo, chamado Simeão, que esperava a consolação de Israel. O Espírito do Senhor estava com ele. Pelo próprio Espírito Santo, ele teve uma revelação divina de que não morreria sem ver o Ungido do Senhor. Movido pelo Espírito, foi ao templo. Quando os pais levaram o menino Jesus ao templo para cumprirem as disposições da Lei, Simeão tomou-o nos braços e louvou a Deus, dizendo: «Agora, Senhor, segundo a tua promessa, deixas teu servo ir em paz, porque meus olhos viram a tua salvação, que preparaste diante de todos os povos: luz para iluminar as nações e glória de Israel, teu povo». O pai e a mãe ficavam admirados com aquilo que diziam do menino. Simeão os abençoou e disse a Maria, a mãe: «Este menino será causa de queda e de reerguimento para muitos em Israel. Ele será um sinal de contradição — e a ti, uma espada traspassará tua alma! — e assim serão revelados os pensamentos de muitos corações».
 
COMENTÁRIO: «Agora, Senhor, segundo a tua promessa, deixas teu servo ir em paz, porque meus olhos viram a tua salvação». A Sagrada família sobe a Jerusalém com o fim de dar cumprimento a duas prescrições da Lei de Moisés: purificação da mãe, e apresentação e resgate do primogênito. Segundo Lev 12,2-8, a mulher ao dar à luz ficava impura. A mãe de filho varão aos quarenta dias do nascimento terminava o tempo de impureza legal com o rito da purificação. Maria não estava compreendida nestes preceitos da Lei, porque não tinha concebido por obra de varão. Não obstante, quis submeter-se à Lei, embora não estivesse obrigada. Movido pelo Espírito Santo, o velho Simeão, homem justo e piedoso, foi ao templo e pegou no colo o Menino Jesus. É o Antigo Testamento que se alonga para se unir ao Novo. Simeão, que esperava a consolação de Israel, exulta de alegria, porque acaba de ver o Salvador e bendiz a Deus. Reconhece que um tempo novo começa; então pode morrer em paz. Homem experimentado nas coisas de Deus e cheio do Espírito Santo, Simeão fala do destino dramático do Messias e de Maria. Prometido para ser luz das nações, Jesus será também causa de divisão. Realizará a salvação do mundo, pelo mistério da sua paixão, morte e ressurreição. Maria participará desta prova de amor, mediante o sofrimento…
 
«Simeão reconhece naquele Menino o Salvador, mas intui, graças ao Espírito, que em torno d’Ele girará o destino da humanidade… Tendo “tocado” a salvação, o entusiasmo de Simeão é tão grande, que para ele viver e morrer são o mesmo.» (Bento XVI)
São Tomás Becket, rogai por nós, pela Igreja de Cristo, pelos cristãos perseguidos e martirizados no mundo inteiro e pelo fim da Pandemia!
À Jesus, toda honra, louvor e adoração!
Shalom🙏Veni Sancte Spiritus! Veni Lumem Cordium!

Compartilhe Também

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

INSCREVA-SE NO BOLETIM INFORMATIVO

Inscreva-se para receber nossas últimas notícias

Mais para você ler

escort -
slotbaronline.com
- cratos casino giriş -

kolaybet.pro

- asya-bahis.net -

betcup.pro

-
casinovale.club
- bahsegel.club