Reflexão do Evangelho 30/12/2020

Bom dia Espírito Santo! O que vamos fazer juntos hoje…

Evangelho de hoje, 30 de dezembro (Lc 2,36-40): «A Profetiza Ana vê a Deus no seu Templo»
Havia também uma profetisa, chamada Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser. Ela era de idade avançada. Quando jovem, tinha sido casada e vivera sete anos com o marido. Depois ficara viúva e agora já estava com oitenta e quatro anos. Não saía do templo; dia e noite servia a Deus com jejuns e orações. Naquela hora, Ana chegou e se pôs a louvar Deus e a falar do Menino a todos os que esperavam a libertação de Jerusalém. Depois de cumprirem tudo conforme a Lei do Senhor, eles voltaram para Nazaré, sua cidade, na Galileia. O menino foi crescendo, ficando forte e cheio de sabedoria. A graça de Deus estava com ele.
 
COMENTÁRIO: “A Profetisa Ana chegou ao templo e se pôs a louvar Deus e a falar do Menino a todos os que esperavam a libertação de Jerusalém”. O testemunho de Ana é muito parecido ao de Simeão: como ele, também ela tinha estado à espera da vinda do Messias durante a sua longa vida, num serviço fiel a Deus; e também é premiada com o gozo de O ver. «Pôs-se a falar» do Menino: louvava a Deus em oração pessoal, e exortava os outros a que creiam que aquele Menino era o Messias. Assim, pois, o nascimento de Cristo se manifesta por três espécies de testemunhas e de três modos diferentes: primeiro, pelos pastores, depois do anúncio do anjo; segundo, pelos Magos, guiando-os a estrela; terceiro, por Simeão e Ana, movidos pelo Espírito Santo. Quem, como Simeão e Ana, persevera na piedade e no serviço a Deus, por muito pouca valia que pareça ter a sua vida aos olhos dos homens, converte-se em instrumento apto do Espírito Santo para dar a conhecer Cristo aos outros. Nos Seus planos redentores, Deus Se vale destas almas simples para conceder muitos bens à humanidade. A perseverança da Profetisa Ana é para nós um exemplo a ser seguido, mesmo que já tenhamos esperado muito e nada ainda tenha acontecido.
 
Jesus Se esconde na humildade de um recém-nascido; mas, apesar desta glória oculta, Simeão e Ana, sob a luz da fé, reconhecem n’Ele a grande novidade que o Pai enviara ao mundo…
À Jesus, toda a honra, louvor e adoração!
Shalom🙏🌲Veni Lumem Cordium! Veni Sancte Spiritus!

Compartilhe Também

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

INSCREVA-SE NO BOLETIM INFORMATIVO

Inscreva-se para receber nossas últimas notícias

Mais para você ler