Reflexão do Evangleho 14/12/2020

Bom dia Espírito Santo! O que vamos fazer juntos hoje….*
Evangelho de hoje, 14 de dezembro (Mt 21,23-27): “Autoridade de Jesus”
Enquanto ensinava, os sumos sacerdotes e os anciãos do povo aproximaram-se dele, perguntando: «Com que autoridade fazes essas coisas? Quem te deu essa autoridade?». Jesus respondeu-lhes: «Eu também vou fazer-vos uma só pergunta. Se me responderdes, também eu vos direi com que autoridade faço isso. De onde era o batismo de João, do céu ou dos homens?». Eles ponderavam entre si: «Se respondermos: Do céu, ele nos dirá: Por que não acreditastes nele? Se respondermos: Dos homens, ficamos com medo do povo, pois todos têm João em conta de profeta». Então responderam-lhe: «Não sabemos». Ao que ele retrucou: «Pois eu também não vos digo com que autoridade faço essas coisas»
 
COMENTÁRIO: Esse Evangelho nos convida a contemplar dois aspectos da personalidade de Jesus: sabedoria e autoridade. Olhemos primeiro a sabedoria: Ele conhece profundamente o coração do homem, conhece o interior de cada pessoa que chega perto dele. E, quando os sumos sacerdotes e os notáveis do povo se dirigem a Ele para Lhe perguntar, com malícia: «Com que autoridade fazes essas coisas?», Jesus, que conhece a falsidade deles, lhes responde com outra pergunta: «De onde era o batismo de João, do céu ou dos homens?» Eles não sabiam o que responder, pois se respondessem que era do céu, estariam se contradizendo eles mesmos por não terem acreditado e, se respondessem que era dos homens, estariam contra do povo, que o via como profeta. Sabiamente, Jesus com uma simples pergunta denuncia sua hipocrisia; lhes deu a verdade. E a verdade sempre incomoda, faz estremecer. Nós também somos chamados a ter a sabedoria de Jesus, para fazer estremecer a mentira. Tantas vezes os filhos das trevas usam de toda a astúcia para conseguir mais dinheiro, mais poder e mais prestígio; enquanto que os filhos da luz parecem ter a sabedoria e a imaginação um pouco adormecidas. Do mesmo modo que um homem do mundo utiliza a imaginação ao serviço de seus interesses, os cristãos devem usar seus talentos ao serviço de Deus e do Evangelho. Por exemplo: quando nos encontramos ante uma pessoa que fala mal da Igreja (coisa que acontece com frequência), como saberíamos responder a uma crítica negativa? Ou em um ambiente de trabalho, com um colega que vive só para si mesmo e não enxerga mais ninguém, com que saberíamos devolver bem por mal? Se o amamos, como Jesus, nossa presença lhe será muito “incômoda”…
 
São João da Cruz, rogai por nós e pela Igreja de Cristo!
Tenha uma abençoada semana!
Advento: Tempo de oração, penitência e vigilância na espera do Menino Deus!
Shalom🙏Veni Sancte Spiritus! Veni Lumem Cordium!

Compartilhe Também

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

INSCREVA-SE NO BOLETIM INFORMATIVO

Inscreva-se para receber nossas últimas notícias

Mais para você ler

LOJA VIRTUAL

(Clique na imagem para acessar)

fechar
Comece a digitar para ver as postagens que está procurando.
Voltar Ao Topo