8º dia Novena ao Espírito Santo

NOVENA AO ESPÍRITO SANTO
(Beata Elena Guerra)

Oração preparatória
Vinde ó Deus em meu auxílio. Socorrei-me sem demora.
Glória ao Pai ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Invocação ao Espírito:
Vinde Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do Vosso amor. Enviai o Vosso Espírito e tudo será criado, e renovareis a face da Terra!

Oremos:
Deus que instruístes os corações dos Vossos fiéis, com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas, segundo o mesmo Espírito e gozemos sempre de Suas consolações, por Cristo Senhor Nosso, Amém!

Ó Vinde Espírito Criador

Óh vinde Espirito Criador, as nossas almas visitai. Enchei os nossos corações, com vossos dons celestiais.
Vós sois chamado o intercessor, do Deus excelso o dom sem par, a fonte viva, o fogo, o amor, a unção divina e salutar.
Sois doador dos sete dons e sois poder nas mãos do Pai, por Ele prometido a nós, por nós Seus feitos proclamais.
A nossa mente iluminai os corações enchei de amor, nossa fraqueza encorajai, qual força eterna e protetor.
Nosso inimigo repeli, e concedei-nos vossa paz. Se pela graça nos guiais, o mal deixamos para trás.
Ao Pai e ao Filho Salvador por vós possamos conhecer, que procedeis do seu amor, fazei-nos sempre firmes crer.

Oração para todos os dias antes da meditação:
Ó Divino Espírito, que pela Igreja sois chamado Criador, não somente porque és em relação a nós, criaturas; mas também, porque movendo nas nossas almas, santos pensamentos e afetos, criais em nós aquela santidade que é obra Vossa! Venha também sobre nós a Vossa benéfica virtude, e enquanto nós Vos honrarmos com este devoto exercício, digne-se a visitar com a Tua Divina Luz a nossa mente, e com Tua Suprema Graça o nosso coração, para que as nossas orações subam agradáveis a Vós, e do Céu, desça sobre nós a abundância de Vossas divinas misericórdias. Amém!

8º Dia
Nossos deveres para com o Espírito Santo

1. O Espírito Santo, como Deus, possui também todo o direito de adoração, submissão e amor, assim como devemos render ao Pai e ao Filho. Como Ele em participar, é o Santificador de nossas almas, e que em nós reside substancialmente, a Ele devemos o obséquio de uma humilde e confiante oração, para lhe pedir força, para vencer as tentações, luz para conhecer melhor os nossos deveres e a graça para santificar todas as nossas ações, a fim de que sejam agradáveis a Ele. Além do mais, devemos-lhe docilidade às suas inspirações e reconhecimento pelos seus incessantes benefícios.
Mas, como o Espírito Santo é Amor, e o Amor deve ser amado, entre todos esses deveres, o que deve reinar é a primazia do Amor. E porque nós, miseráveis criaturas, não poderemos jamais amar adequadamente o Amor Infinito, amemos ao menos como podemos, e procuremos que Ele seja também mais conhecido e mais amado pelos outros.

2. Mas como cumpriremos os nossos deveres para com o Espírito Santo, se rara e friamente nos recordamos dEle? O esquecimento é adoração? O esquecimento é gratidão? É amor? Não, ao contrário: é ingratidão, desamor e desprezo. Para nós, que conscientemente vivemos no sobrenatural, existiria maior vergonha que viver toda a jornada como se o Espírito Santo não existisse, como se Ele não habitasse pessoalmente dentro de nós? Portanto, ó cristão, se quiseres cumprir todos os seus deveres para com o Espírito Santo comece a tê-Lo presente no seu pensamento, recorde várias vezes o Seu amor, os Seus benefícios, e entre todas as suas devoções não falte, ou melhor, abundem obséquios e orações em Sua honra.

(Meditação pessoal)

Oração:
Ó Divino Espírito Santo, como eu me enganava pensando que fosse somente com os meus pecados que te contristaria! Agora sei que te contristei mais ainda quando te esqueci. Mas Quem é também o mais esquecido entre os fiéis? E se nem mesmo O recordamos ó Eterno Amor, como poderemos cumprir nossos deveres para Contigo?
Devemos gemer sobre a nossa ingratidão e pedir perdão. E ao Te pedirmos perdão, ó Espírito Santo, devemos acrescentar a promessa de honrar-Vos no futuro com atos de especial adoração e de verdadeiro reconhecimento. És autor e doador da graça, Santificador e Doce Hóspede da alma, por tudo isto com total devoção devemos voltar para Ti todos os nossos pensamentos.

Oração final para todos os dias da Novena:
Ó prometido e suspirado Consolador, Espírito Santo, procedente do Pai e do Filho, que escutando a unânime oração dos discípulos do Salvador, fraternalmente reunidos no Cenáculo, descestes para consolar e santificar a Igreja nascente; Sede propício às nossas súplicas, reacendei o Vosso Divino Fogo nos corações dos homens. Fazei resplandecer a Vossa luz até os confins da Terra; chamai novamente ao seio da Mãe Igreja Romana todas as Igrejas separadas. Ó Espírito Santo, que sois o Amor, piedade de tanta mediocridade e de tantas almas que se perdem! Fazei com que rapidamente aconteça aquilo que Davi profetizava dizendo: “Mandai o Teu Espírito”. Fazei-nos novas criaturas, e assim renovareis a face da Terra. A partir desta consoladora profecia, unidos em oração, como nos ensina a Igreja, com plena confiança repitamos: Enviai o Vosso Espírito e tudo será criado, e renovareis a face da Terra!

Pai Nosso… Ave Maria… Glória ao Pai…

ROSÁRIO DO ESPIRITO SANTO

Vinde ó Deus em meu auxílio. Socorrei-me sem demora. Glória ao Pai ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Em cada mistério:
Pede-se um dom do Espírito Santo, repete-se 7 vezes:
Pai Santo, no nome de Jesus, manda teu Espírito para renovar o mundo!

Conclui-se com:
Ó Maria, que por obra do Espírito Santo, concebestes o Salvador, roga por nós!

Os sete Mistérios invocando os sete dons do Espírito Santo:

1.Vem, ó Espírito de Sabedoria, desapega-nos das coisas da terra e infunde em nós o amor e o gosto pelas coisas do céu.
Pai Santo…
Ó Maria…

2.Vem, ó Espírito de Inteligência, ilumina a nossa mente com a luz da tua eterna verdade e a enriquece de santos pensamentos.
Pai Santo…
Ó Maria…

3.Vem, ó Espírito de Conselho, faz-nos dóceis às tuas inspirações e guia-nos na via da salvação.
Pai Santo…
Ó Maria…

4.Vem ó Espírito de Fortaleza, e dá-nos a força, constância e vitória nas batalhas contra os nossos inimigos espirituais.
Pai Santo…
Ó Maria…

5.Vem ó Espírito de Ciência, seja o mestre de nossas almas e ajuda-nos a colocar em prática os seus ensinamentos.
Pai Santo…
Ó Maria…

6.Vem ó Espírito de Piedade, vem habitar em nossos corações para possuir e santificar todos os nossos afetos.
Pai Santo…
Ó Maria…

7.Vem ó Espírito de Temor de Deus, reina sobre a nossa vontade e faz que sejamos sempre dispostos a sofrer todos os males antes que pecar.
Pai Santo…
Ó Maria…

Invocação a Maria:

Ó Puríssima Virgem Maria, que em tua Imaculada Conceição, foste constituída pelo Espírito Santo em tabernáculo eleito da Divindade. Roga por nós:
R: Para que o Paráclito venha logo a renovar a face da terra. Ave Maria…

Ó Puríssima Virgem Maria, que no mistério da encarnação foste constituída verdadeiramente Mãe de Deus. Roga por nós:
R: Para que o Paráclito venha logo a renovar a face da terra. Ave Maria…

Ó Puríssima Virgem Maria, que perseverando em oração no cenáculo com os apóstolos, foste abundantemente inflamada pelo Espírito Santo. Roga por nós:
R: Para que o Paráclito venha logo a renovar a face da terra. Ave Maria…

Oração Final

Venha sobre nós o teu Espírito, Senhor, transforme-nos interiormente com seus dons; criai em nós um novo coração, para que, possamos agradar-te e conformar-nos à Tu a Santa vontade. Por Cristo Nosso Senhor. Amém.

Compartilhe Também

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

INSCREVA-SE NO BOLETIM INFORMATIVO

Inscreva-se para receber nossas últimas notícias

Mais para você ler

LOJA VIRTUAL

(Clique na imagem para acessar)

fechar
Comece a digitar para ver as postagens que está procurando.
Voltar Ao Topo