9º dia Novena ao Espírito Santo

9ºDia

Os benefícios do Espírito Santo.

1. Sem dúvida, os benefícios revelam o Benfeitor, e quanto mais excelentes e múltiplos são os benefícios, tanto indicam ser mais excelente e mais amoroso o Benfeitor. Nós nunca poderemos chegar a conhecer todos os benefícios que recebemos do Espírito Santo. A Igreja, por outro lado, com os nomes que O concede, nos mostra grande parte de suas graças: Chamando-O de Luz dos Corações, a Igreja nos revela a bela graça que Ele, o Espírito Santo, compartilha conosco através das explicações Divinas. Chamando-O de Fogo, nos recorda como por meio dEle vem ao nosso coração as chamas do Divino Amor. Como Doce Hóspede da alma, nos assegura a sua presença em nós. E ainda como Pai dos Pobres, Dispensador de Dons, Fonte Viva, Consolador Perfeito nos acrescenta múltiplos benefícios que recebemos incessantemente por Ele!

2. Pelas simbólicas formas que quis assumir para dirigir-se aos mortais, se conhece como melhor via, os benefícios do Paráclito.

No Batismo do Salvador, o Espírito Santo assume a forma de uma cândida Pomba. No Mistério da Transfiguração de Nosso Senhor, S. Ambrósio, S. Tomás e outros, reconhecem o Espírito Santo na fúlgida nuvem que aparece sobre o Tabor, simbolizando a amorosa proteção do Paráclito sobre nós, e ao mesmo tempo o princípio daquela sobrenatural fecundidade, que o próprio Espírito Santo infunde nas almas. Quando depois, aparece no Cenáculo como Celeste Fogo, distribui muitos dos seus benefícios, e principalmente aquele de esclarecer e de inflamar as almas de santos ardores; de comunicá-las a admirável atitude de fazer o bem e de conduzi-las a agir, não mais humanamente e segundo a natureza, mas divinamente e segundo a graça. E como o fogo converte em fogo aquilo que nele é imerso, assim o Divino Fogo do Espírito Santo se não pode fazer-nos divinos por natureza, torna-nos pela graça.

Admira, ó alma fiel, estas maravilhas de amor, e diz se não serão para ti grandes vantagens. Como devotos do Espírito Santo, seguramente possuiremos seus benefícios.

(Meditação pessoal)

Oração:

Ó Divino Espírito, entre todos os Vossos dons, existe um infinitamente mais precioso que os outros; Dom que não tem nome particular, porque sois Vós mesmo que verdadeiramente Vos doais às almas justas. Mas porque eu disse que Aquele Dom não tem nome? É claro que tem, dado por Vós, que o chamou Dom Altíssimo de Deus, e não existe outro nome que melhor O convenha. O que farão as nossas almas no fim desta Novena, ó Espírito Santo? Pediremos o Dom do Altíssimo Deus, Vós mesmo! E para obtê-Lo, deixaremos lugar no nosso coração, tirando todo afeto que não Vos agrada. E vós, Eterno Amor, o que fareis? Ah, fazei tudo o que fizeste no Cenáculo!

Vem! Vem! Vem! Visitai as mentes dos Vossos servos e enchei os corações de abundantes graças. Vem! E com as Vossas chamas, erradicai de nós o velho Adão. Vem! E se apossando das potências da minha alma e dos meus sentidos, regulai e dirigi todos os meus atos para Vós. Estendei todos os Vossos benefícios a todos os crentes, e assim obteremos mais rapidamente a renovação da face da Terra.

Oração final para todos os dias…

Meditações para o Dia de Pentecostes.

As maravilhas de Pentecostes.

1. Aquele Deus, cujas obras são grandes e admiráveis, depois de ter criado o homem àsua imagem e semelhança, mais admiravelmente o restaurou pelo mistério da Redenção e vem agora operar a maravilha das maravilhas, que é a Efusão real e pessoal do Seu Espírito no coração do homem. Brilhou, portanto, a partir daquele dia de graça e bênção, depois de um vento impetuoso que visitou os Apóstolos reunidos no Cenáculo em meio a raios de vivíssima luz em globo de fogo, que se dividiu em muitas chamas sobre todos os fiéis reunidos e pousou sobre a cabeça de cada um; era o prometido Espírito Santo que plenamente se comunicava aos primeiros discípulos de Jesus Cristo, enchendo-os de Si e dos seus mais admiráveis dons.

Reflete ócristão, que no dia de Pentecostes, que foi certamente o dia do triunfo do Espírito Santo, Aquele Eterno se mostrou como luz e como fogo para indicar seus dois e principais efeitos, isto é, o de iluminar os mistérios e as verdades da fé e de acender o Divino Amor que purifica e santifica! Ópreciosíssimos efeitos da vinda do Espírito Santo nas almas! E nós somos felizes, porque o Espírito Santo não veio apenas para os primeiros cristãos, mas para todos nós e mais estreitamente se une aqueles que melhor se disponham a recebe-Lo.

2. Levantemos, ócristãos, o véu que cobria tal mistério, contemplemos como o Incriado e Substancial Amor de Deus, comunicou-se aos primeiros fiéis, não em forma de pomba, como outrora, nem tomou forma de coração, ou de fúlgida estrela, mas quis assumir as formas de língua de fogo, e isto não só para indicar o dom das línguas ou do conhecimento de muitos idiomas, mas também, para nos ensinar que a nossa língua deve ser instrumento da verdade e da caridade, e que a regra do nosso falar e a força das nossas palavras precisam ser o mesmo Espírito Santo. Bendita a língua que é regulada pelo Espírito de Sabedoria e conselho, mas infeliz das línguas que levadas por paixões desenfreadas, se tornam instrumentos de discórdia e de escândalo. Reflitamos, se todos os nossos membros foram de certa maneira divinizados pela santificação no admirável mistério de Pentecostes. Quem é que verdadeiramente deixa o Espírito Santo ser guia da própria língua? Quem pode enumerar os pecados que as palavras já cometeram? Ó Divino Espírito Santo, que naquele dia santificastes os corações com Vosso Fogo Divino e quisestes com o mistério das línguas santificar também as nossas palavras, ajudai-nos a usar sempre com santidade a nossa língua.

(Meditação pessoal)

Oração:

Ó desejado Consolador dos mortais, ó Doce Hóspede da Alma, neste grande dia da Vossa vinda, nós não estávamos no Cenáculo. Não vimos os Vossos divinos esplendores, não arderam nossos corações pelo Vosso Beato Fogo, não nos foi dado beber daquela Fonte de paraíso na qual se inebriaram os Apóstolos; mas sabemos e cremos que Vós retornastes muitas vezes para descer sobre os novos cristãos e que estais também, agora pronto a comunicar-Vos às almas que Vos desejarem que Vos suplicarem e que se dispuserem Vos receber-Vos.

Eis aqui, aos Vossos pés, ó Espirito Santo, almas que possuem sede de Vós; e porque o Vosso amor por elas é ainda vivo e ardente como no dia em que descestes no Cenáculo, dignai-Vos escutar as nossas orações e renovar as maravilhas daquele dia de graça de amor! Vinde ó Espírito Santo de Amor! Vinde e ilumina com a Vossa luz, inflamai-nos com Vosso Fogo; enriquecei-nos com Vossos dons; freai e governai a nossa língua e faça que nunca mais se contamine com o pecado, mas torne-se digna de louvar-Vos e agradecer-Vos eternamente no céu.

Recomendamos a Vós também, tantos dos nossos irmãos cegos, que não o desejam por que não o conhecem; recomendamos ainda cada alma criada àVossa imagem: recordai a elas que Sois o Santificador das almas, e a todas iluminai, e a todas convertei, ó Santo Espírito, a todas salvai. Amém.

ROSÁRIO DO ESPIRITO SANTO

Vinde ó Deus em meu auxílio. Socorrei-me sem demora. Glória ao Pai ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

Em cada mistério:

Pede-se um dom do Espírito Santo, repete-se 7 vezes:

Pai Santo, no nome de Jesus, manda teu Espírito para renovar o mundo!

Conclui-se com:

Ó Maria, que por obra do Espírito Santo, concebestes o Salvador, roga por nós!

Os sete Mistérios invocando os sete dons do Espírito Santo.

1.Vem, ó Espírito de Sabedoria, desapega-nos das coisas da terra e infunde em nós o amor e o gosto pelas coisas do céu.

Pai Santo…

Ó Maria…

2.Vem, ó Espírito de Inteligência, ilumina a nossa mente com a luz da tua eterna verdade e a enriquece de santos pensamentos.

Pai Santo…

Ó Maria…

3.Vem, ó Espírito de Conselho, faz-nos dóceis às tuas inspirações e guia-nos na via da salvação.

Pai Santo…

Ó Maria…

4.Vem ó Espírito de Fortaleza, e dá-nos a força, constância e vitória nas batalhas contra os nossos inimigos espirituais.

Pai Santo…

Ó Maria…

5.Vem ó Espírito de Ciência, seja o mestre de nossas almas e ajuda-nos a colocar em prática os seus ensinamentos.

Pai Santo…

Ó Maria…

6.Vem ó Espírito de Piedade, vem habitar em nossos corações para possuir e santificar todos os nossos afetos.

Pai Santo…

Ó Maria…

7.Vem ó Espírito de Temor de Deus, reina sobre a nossa vontade e faz que sejamos sempre dispostos a sofrer todos os males antes que pecar.

Pai Santo…

Ó Maria

Invocação a Maria:

Ó Puríssima Virgem Maria, que em tua Imaculada Conceição, foste constituída pelo Espírito Santo em tabernáculo eleito da Divindade. Roga por nós:

R: Para que o Paráclito venha logo a renovar a face da terra. Ave Maria…

Ó Puríssima Virgem Maria, que no mistério da encarnação foste constituída verdadeiramente Mãe de Deus. Roga por nós:

R: Para que o Paráclito venha logo a renovar a face da terra. Ave Maria…

Ó Puríssima Virgem Maria, que perseverando em oração no cenáculo com os apóstolos, foste abundantemente inflamada pelo Espírito Santo. Roga por nós:

R: Para que o Paráclito venha logo a renovar a face da terra. Ave Maria…

Oração Final

Venha sobre nós o teu Espírito, Senhor, transforme-nos interiormente com seus dons; criai em nós um novo coração, para que, possamos agradar-te e conformar-nos àTu a Santa vontade. Por Cristo Nosso Senhor. Amém.

Compartilhe Também

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

INSCREVA-SE NO BOLETIM INFORMATIVO

Inscreva-se para receber nossas últimas notícias

Mais para você ler

LOJA VIRTUAL

(Clique na imagem para acessar)

fechar
Comece a digitar para ver as postagens que está procurando.
Voltar Ao Topo