Reflexão do Evangelho 01/11/2021

Bom dia Espírito Santo! O que vamos fazer juntos hoje…

Evangelho de hoje, 1º de Novembro (Lc 14,12-14): «A recompensa dos justos»
E disse também a quem o tinha convidado: «Quando ofereceres um almoço ou jantar, não convides teus amigos, nem teus irmãos, nem teus parentes, nem teus vizinhos ricos. Pois estes podem te convidar por sua vez, e isto já será a tua recompensa. Pelo contrário, quando deres um banquete, convida os pobres, os aleijados, os coxos, os cegos! Então serás feliz, pois estes não têm como te retribuir! Receberás a recompensa na ressurreição dos justos».
 
COMENTÁRIO: «Quando deres um banquete, convida os pobres, (…). Receberás a recompensa na ressurreição dos justos». Comovido com a grande aflição do homem, Deus deu-lhe a Lei e os profetas, depois de lhe ter dado a lei não escrita da natureza (Rm 1,26); por fim entregou-Se a Si próprio pela vida do mundo. Deu-nos prodigamente os apóstolos, os evangelistas, os doutores, os pastores, as curas e os prodígios. Trouxe-nos à vida, destruiu a morte, triunfou sobre aquele que nos tinha vencido, deu-nos a Aliança prefigurativa, a Aliança verdadeira, os carismas do Espírito Santo, o mistério da salvação. Deus enche-nos de bens espirituais, se quisermos recebê-los, e não hesita em vir em auxílio dos necessitados. Tu, dá àquele que te pedir, e mesmo antes que ele te peça, dando sem cessar a esmola da doutrina espiritual. Se não tiveres esses dons, propõe-lhe serviços mais modestos: dá-lhe de comer, oferece-lhe roupa que já não uses, fornece-lhe medicamentos, liga-lhe as chagas, pergunta-lhe pelas suas provações, ensina-lhe a paciência. Aproxima-te dele sem medo. Não há perigo de ficares mal ou de contraíres a sua doença. Apoia-te na fé; que a caridade triunfe sobre as tuas reticências. Não desprezes os teus irmãos, não fiques surdo aos seus apelos, não fujas deles. Sois membros de um mesmo corpo (1Cor 12,12s), ainda que ele tenha sido atingido pela desgraça; tal como Deus, não esqueças o clamor dos infelizes (Sl 9,13) (São Gregório de Nazianzo, bispo e doutor da Igreja).
 
Orai sem cessar: “Era uma imensa multidão, que ninguém podia contar, de todas as nações, tribos, povos e línguas” (Ap 7,9).
Santos de Deus, rogai por nós, pela Igreja de Cristo e pelo fim da Pandemia!
Tenha uma abençoada semana.
À Jesus, toda a honra, louvor e adoração!
Shalom🙏Veni Sancte Spiritus! Veni Lumem Cordium!

Compartilhe Também

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

INSCREVA-SE NO BOLETIM INFORMATIVO

Inscreva-se para receber nossas últimas notícias

Mais para você ler