Reflexão do Evangelho 05/09/2021

Bom dia Espírito Santo! O que vamos fazer juntos hoje….

Evangelho de hoje, 05 de setembro (Mc 7,31-37): «Ele tem feito vem todas as coisas»
Jesus deixou de novo a região de Tiro, passou por Sidônia e continuou até o mar da Galileia, atravessando a região da Decápole. Trouxeram-lhe, então, um homem que era surdo e mal podia falar, e pediram que impusesse as mãos sobre ele. Levando-o à parte, longe da multidão, Jesus pôs os dedos nos seus ouvidos, cuspiu, e com a saliva tocou-lhe a língua. Olhando para o céu, suspirou e disse: «Efatá!», que quer dizer: «Abre-te»! Imediatamente, os ouvidos do homem se abriram, sua língua soltou-se e ele começou a falar corretamente. Jesus recomendou, com insistência, que não contassem o ocorrido para ninguém. Contudo, quanto mais ele insistia, mais eles o anunciavam. Cheios de grande admiração, diziam: «Tudo ele tem feito bem. Faz os surdos ouvirem e os mudos falarem».
 
COMENTÁRIO: Abre-te a Deus, fecha-te ao mundo! Para abrir-se à palavra de Deus, é preciso fechar-se aos barulhos do mundo e das paixões que se revoltam, ensurdecedoras, em nosso interior. Jesus, ao abrir hoje os ouvidos do surdo-mudo de que nos fala o Evangelho, quer que renovemos o nosso Batismo, pelo qual somos introduzidos na vida da graça. De fato, todos nós, de um modo ou de outro, somos como aquele surdo-mudo; todos nós, pela escravidão do demônio e do pecado, nos tornamos surdos à palavra de Deus e, portanto, incapazes de transmiti-la fielmente aos demais. Mas o que significa, no fim das contas, ouvir a palavra de Deus? Ora, se repararmos bem, veremos que estamos a todo momento sendo movidos em nosso interior: há, de um lado, os movimentos passionais, que lutam e se revoltam contra o domínio da razão; há, de outro, o movimento de certas inspirações que, embora sejam boas, não têm força o suficiente para levar-nos à prática do bem. É por isso que precisamos da moção da graça divina, sem a qual é impossível realizar qualquer obra meritória nem amar a Deus como convém. Precisamos, pois, deixar que essa graça nos toque de tal maneira que os movimentos interiores que tanto nos agitam e ensurdecem: desejos, cobiças, temores, malícias, enfim se aquietem e nos permitam escutar, de uma vez por todas, o Cristo que nos fala incessantemente ao coração. Ao nos encontrarmos com Ele hoje na Eucaristia, peçamos-lhe que nos feche para o espírito do mundo e nos abra para si, repetindo em nossas vidas o que outrora fizera com o surdo-mudo: “Effatá, abre-te!”
 
Lei a Bíblia: Ler a Sagrada Escritura significa pedir o conselho de Cristo (São Francisco de Assis).
Tenha uma abençoada semana!
À Jesus, toda honra, louvor e adoração!
Shalom🙏Veni Sancte Spiritus! Veni Lumem Cordium!

Compartilhe Também

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

INSCREVA-SE NO BOLETIM INFORMATIVO

Inscreva-se para receber nossas últimas notícias

Mais para você ler