Reflexão do Evangelho 07/11/2020

Bom dia Espírito Santo! O que vamos fazer juntos hoje….

Evangelho de hoje, 07 de novembro (Lc 16,9-15):

“Ninguém pode servir a dois senhores”
Disse Jesus aos seus discípulos: «Usai o dinheiro, embora iníquo, para fazer amigos. Quando acabar, eles vos receberão nas moradas eternas. Quem é fiel nas pequenas coisas será fiel também nas grandes, e quem é injusto nas pequenas será injusto também nas grandes. Por isso, se não sois fiéis no uso do dinheiro iníquo, quem vos confiará o verdadeiro bem? E se não sois fiéis no que é dos outros, quem vos dará aquilo que é vosso? Ninguém pode servir a dois senhores. Pois vai odiar a um e amar o outro, ou se apegar a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e ao dinheiro». Os fariseus, amigos do dinheiro, ouviam tudo isso e zombavam de Jesus. Então, Ele lhes disse: «Vós gostais de parecer justos diante dos outros, mas Deus conhece vossos corações. Com efeito, o que as pessoas exaltam é detestável para Deus».
 
COMENTÁRIO: «Arranjai amigos com o dinheiro desonesto». «O Senhor apareceu a Abraão junto dos carvalhos de Mambré, quando ele estava sentado à porta da sua tenda, durante as horas quentes do dia» (Gn 18,1). Enquanto os outros repousavam, ele previa a chegada de eventuais hóspedes. Bem merecia, portanto, que Deus viesse ter com ele junto aos carvalhos de Mambré, visto que procurava exercer a hospitalidade com tanta prontidão. Sim, a hospitalidade é boa e tem a sua própria recompensa: antes de mais, atrai a gratidão dos homens; e recebe o que é mais importante, um salário da parte de Deus. Todos somos, nesta terra de exílio, hóspedes de passagem. Durante algum tempo podemos alojar-nos sob um teto; mas depressa teremos de nos desalojar. Estejamos atentos! Se tivermos sido duros ou negligentes no acolhimento dos estrangeiros, uma vez que se esgote o curso desta vida, os santos poderão também, por sua vez, recusar-se a acolher-nos. «Arranjai amigos com o dinheiro desonesto», diz o Senhor no Evangelho, «para que, quando este faltar, eles vos recebam nas moradas eternas». Além disso como é que sabes se não é a Deus que acolhes, quando pensas que estás a lidar com homens? Abraão acolheu três viajantes; na realidade, recebeu a Deus e aos seus anjos em casa. Também tu, quando acolhes um estrangeiro, é a Deus que recebes. Atesta-o o Senhor Jesus no Evangelho: «Era peregrino e recolhestes-Me. Sempre que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, a Mim mesmo o fizestes» (Santo Ambrósio, bispo de Milão, doutor da Igreja).
 
“Jesus Cristo, embora sendo rico, se fez pobre, a fim de nos enriquecer por sua pobreza” (2Cor 8,9).
À Jesus, toda honra, louvor e adoração!
Shalom🙏Veni Sancte Spiritus! Veni Lumem Cordium!

Compartilhe Também

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

INSCREVA-SE NO BOLETIM INFORMATIVO

Inscreva-se para receber nossas últimas notícias

Mais para você ler

LOJA VIRTUAL

(Clique na imagem para acessar)

fechar
Comece a digitar para ver as postagens que está procurando.
Voltar Ao Topo