Reflexão do Evangelho 08/04/2022

Bom dia Espírito Santo! O que vamos fazer juntos hoje….

Evangelho de hoje, 08 de abril (Jo 10,31-42): «Novamente tentaram apedrejar Jesus»
De novo, os judeus pegaram em pedras para apedrejar Jesus. E ele lhes disse: «Eu vos mostrei muitas obras boas da parte do Pai. Por qual delas me quereis apedrejar?» Os judeus responderam: «Não queremos te apedrejar por causa de uma obra boa, mas por causa da blasfêmia. Tu, sendo apenas um homem, pretendes ser Deus»! Jesus respondeu: «Acaso não está escrito na vossa Lei: ‘Eu disse: sois deuses’? Ora, ninguém pode anular a Escritura. Se a Lei chama deuses as pessoas às quais se dirigiu a palavra de Deus, por que, então, acusais de blasfêmia àquele que o Pai consagrou e enviou ao mundo, só porque disse: ‘Eu sou Filho de Deus’? Se não faço as obras do meu Pai, não acrediteis em mim. Mas, se eu as faço, mesmo que não queirais crer em mim, crede nas minhas obras, para que saibais e reconheçais que o Pai está em mim e eu no Pai». Mais uma vez, procuravam prendê-lo, mas ele escapou das suas mãos. Jesus se retirou de novo para o outro lado do Jordão, para o lugar onde, antes, João esteve batizando. Ele permaneceu lá, e muitos foram a ele. Diziam: «João não fez nenhum sinal, mas tudo o que ele falou a respeito deste homem é verdade». E muitos, ali, passaram a crer Nele.

COMENTÁRIO: Um só Deus, uma só religião! Em outra ocasião, Jesus declarou com todas as letras a sua origem eterna: Ele é, em sentido pleno, antes mesmo que Abraão fosse (Jo 8, 58); por este motivo, os judeus que O ouviam, julgando ser blasfêmia a sublime verdade que Ele lhes revelava, decidem apedrejá-Lo, como prescrevia a Lei contra os que profanavam o nome de Deus (Lv 24, 16). Hoje, com pedras em mãos, os judeus estão dispostos a dar cabo de Jesus, pois pensam que Ele, sendo apenas um homem, se iguala ao Altíssimo. Cristo, porém, é contundente em afirmar a sua unidade com o Pai (Jo 10, 30). Embora seja, sim, homem como nós, é também o próprio Filho de Deus, Luz de Luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro, como confessamos solenemente a cada domingo. Nesse sentido, o cristianismo tem o distintivo de estar fundado na palavra, não de um simples líder e visionário, de um destacado profeta que, entre outros tantos, “captou” certos aspectos de uma impalpável “verdade transcendente”, vaporizada num sem-número de religiões. Os que nos reconhecemos como cristãos devemos estar sempre firmemente seguros de que a nossa fé não é vã nem relativizável, pois tem por fonte a Pessoa concreta do Verbo feito carne, que irrompe na história humana para nos trazer, por meio de sua única Igreja, a plenitude da verdade. Não deixemos, pois, que as seduções do mundo e das falsas doutrinas envenenem nossa santa fé católica, cimentada no testemunho dos Apóstolos e avalizada pelo sangue dos mártires, pela qual estamos certos de que o Deus único e verdadeiro nos falou tudo o que nos tinha a dizer na sua única, eterna e imutável Palavra.

Orai sem cessar: “Se o mundo vos odeia, sabei que me odiou a mim antes que a vós!” (Jo 15,18)
À Jesus, toda honra, louvor e adoração!
Tenha um abençoado final de semana!
Shalom🙏Veni Sancte Spiritus! Veni Lumem Cordium!

Compartilhe Também

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

INSCREVA-SE NO BOLETIM INFORMATIVO

Inscreva-se para receber nossas últimas notícias

Mais para você ler

escort -
slotbaronline.com
- cratos casino giriş -

kolaybet.pro

- asya-bahis.net -

betcup.pro

-
casinovale.club
- bahsegel.club