Reflexão do Evangelho 15/01/2022

Bom dia Espírito Santo! O que vamos fazer juntos hoje…

Evangelho de hoje, 15 de janeiro (Mc 2,13-17): «Não é a justos que vim chamar, mas a pecadores»
Outra vez, Jesus saiu para a beira do mar. Toda a multidão ia até Ele, e Ele os ensinava. Ao passar, viu Levi, filho de Alfeu, sentado na coletoria de impostos, e disse-lhe: «Segue-Me!» Ele se levantou e O seguiu. Enquanto estava à mesa na casa de Levi, muitos publicanos e pecadores puseram-se à mesa com Jesus e seus discípulos. Pois eram muitos os que O seguiam. Os escribas, que eram fariseus, vendo que Ele comia com os pecadores e os publicanos, disseram aos discípulos de Jesus: «Por que Ele come com os cobradores de impostos e os pecadores?». Tendo ouvido, Jesus respondeu-lhes: «Não são as pessoas com saúde que precisam de médico, mas as doentes. Não é a justos que vim chamar, mas a pecadores».
 
COMENTÁRIO: «Não são as pessoas com saúde que precisam de médico, mas as doentes. Não é a justos que vim chamar, mas a pecadores». É curioso como as “pessoas honestas” se sentem mal quando os pecadores são alvo de atenção e cuidado. Afinal, “eles” não merecem! Assim pensavam os fariseus do tempo de Jesus. São Pedro Crisólogo comenta a passagem: “Deus é acusado de se debruçar sobre o homem, de se aproximar do pecador, de ter fome de sua conversão e sede de sua volta, de tomar o alimento da misericórdia e a taça da bondade”… Na verdade, Jesus veio ampliar os nossos objetivos e nos mostrar que, além da vidinha medíocre em que nos instalamos, há uma nova dimensão de felicidade que precisamos conhecer. Quando temos essa experiência pessoal com Jesus, a nossa primeira boa ação será levá-Lo para a nossa casa para Se assentar junto com a nossa família e os nossos amigos. Jesus entra na nossa casa não apenas através das palavras que nós falamos, mas principalmente, por meio do nosso testemunho de vida renovada, do nosso comportamento, das nossas transformações e do exemplo de caridade e desprendimento que damos no nosso dia a dia.
 
«Ai de mim, Senhor! Tem misericórdia de mim! Eu não te escondo as minhas chagas. Tu és médico, e eu estou doente; tu és misericordioso, e eu sou miserável» (Santo Agostinho).
Orai sem cessar: “Quero em tudo imitar meu Jesus e viver como Ele viveu!”
À Jesus, toda honra, louvor e adoração!
Shalom🙏Veni Sancte Spiritus! Veni Lumem Cordium!

Compartilhe Também

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

INSCREVA-SE NO BOLETIM INFORMATIVO

Inscreva-se para receber nossas últimas notícias

Mais para você ler

escort -
slotbaronline.com
- cratos casino giriş -

kolaybet.pro

- asya-bahis.net -

betcup.pro

-
casinovale.club
- bahsegel.club