Reflexão do Evangelho 16/12/2020

Bom dia Espírito Santo! O que vamos fazer juntos hoje…

Evangelho de hoje, 16 de dezembro (Lc 7,19-23):

«És Tu Aquele que há de vir?»
João Batista chamou dois dos seus discípulos e os enviou ao Senhor com esta mensagem: «És Tu Aquele que havia de vir ou devemos esperar outro?» Ao chegarem junto de Jesus, os homens disseram-Lhe: «João Batista mandou-nos perguntar-Te: “És Tu Aquele que havia de vir ou devemos esperar outro?”» Nessa altura Jesus curou muitas pessoas de doenças, padecimentos e espíritos malignos, e deu a vista a muitos cegos. Então respondeu-lhes: «Ide contar a João o que vistes e ouvistes: os cegos veem, os coxos andam, os leprosos ficam limpos, os surdos ouvem, os mortos ressuscitam e aos pobres é anunciado o Evangelho; e feliz daquele que não encontrar em Mim ocasião de queda».
 
COMENTÁRIO: João Batista quis legitimar junto do povo a autenticidade da Missão do Messias que já fora prognosticado pelos profetas, por isso enviou mensageiros para investigar junto a Jesus se era Ele  mesmo o Enviado do Pai. Jesus não lhes dá uma resposta direta de imediato. Os enviados de João deviam presenciar pessoalmente os gestos e as ações de Jesus, que encarnavam na prática as promessas transmitidas pelos antigos profetas: enfermos curados, possessos libertados, paralíticos mobilizados, mas, acima de tudo, a Boa Nova anunciada aos pobres. Só então Jesus lhes diz: “Agora, voltem a João Batista e narrem para ele o que vocês viram e ouviram”. Passaram-se 20 séculos. Jesus Cristo já morreu e ressuscitou. Seus discípulos mantêm acesa a chama que o Mestre acendeu, em um revezamento trans-histórico que atravessou as gerações e os impérios. Como Jesus prometeu voltar, para julgar os vivos e os mortos, levando a seu coroamento toda a Criação, em novos céus e nova terra (cf. Ap 21,1), o novo Israel, a Igreja, continua a esperar. Podemos chamar esta virtude de “esperança”, ou de “fidelidade”, se é que não são sinônimos. E ainda ressoa aos nossos ouvidos a bem-aventurança de Jesus: “Bem-aventurado aquele que não se escandaliza a meu respeito!”. A esperança norteia as nossas ações, a fé é a bússola que nos direciona, por isso, não precisamos esperar por mais ninguém: Jesus já veio e continua agindo no meio de nós.
 
Orai sem cessar: “O Senhor, justo juiz, dará a coroa da justiça aos que esperam com amor a sua vinda” (2Tim 4,8).
Advento: Tempo de oração, penitência e vigilância na espera do Menino Deus!
Shalom🙏Veni Sancte Spiritus! Veni Lumem Cordium!

Compartilhe Também

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

INSCREVA-SE NO BOLETIM INFORMATIVO

Inscreva-se para receber nossas últimas notícias

Mais para você ler

LOJA VIRTUAL

(Clique na imagem para acessar)

fechar
Comece a digitar para ver as postagens que está procurando.
Voltar Ao Topo