Reflexão do Evangelho 18/02/2021

Bom dia Espírito Santo! O que vamos fazer juntos hoje….

Evangelho de hoje, 18 de fevereiro (Lc 9,22-25): «Tome a sua cruz todos os dias e siga-Me!»
“É necessário que o Filho do homem padeça muitas coisas, e seja rejeitado dos anciãos e dos escribas, e seja morto, e ressuscite ao terceiro dia. E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me. Porque, qualquer que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; mas qualquer que, por amor de mim, perder a sua vida, a salvará. Porque, que aproveita ao homem granjear o mundo todo, perdendo-se ou prejudicando-se a si mesmo?”.
 
COMENTÁRIO:  Nestes primeiros passos da Quaresma, o Evangelho de hoje nos revela o Mistério Pascal como a razão de ser destes quarenta dias de penitência: “O Filho do Homem”, diz Jesus, “deve sofrer muito”, pois a cruz, abraçada com amor pelo próprio Deus, é a vocação irrenunciável dos que desejam seguir a Cristo. A Cruz não só deve estar presente na vida de cada cristão, mas também em todas as encruzilhadas do mundo: «Que formosas essas cruzes no cimo dos montes, no alto dos grandes monumentos, no pináculo das Catedrais! Mas também é preciso inserir a Cruz nas entranhas do mundo. «Jesus quer ser levantado ao alto, aí: no ruído das fábricas e das oficinas, no silêncio das bibliotecas, nos hospitais, no fragor das ruas, na quietude dos campos, na intimidade das famílias, nas assembleias, nos estádios… Onde quer que um cristão gaste a sua vida honradamente, aí deve colocar, com o seu amor, a Cruz de Cristo, que atrai a Si todas as coisas» (Via Sacra, XI, n.° 3). “Se alguém quer caminhar em meu seguimento, renuncie a si mesmo, tome sua cruz e siga-me”. Isso que o Senhor ordenou parece duro e penoso! Mas, na realidade, não é duro nem penoso, porque aquele que ordena é o mesmo que ajuda a realizar o que ele ordena (Santo Agostinho, bispo e doutor da Igreja).
 
A Quaresma é um tempo propício para nos lembrarmos de uma verdade que tem sido cada vez mais abafada e deixada de lado: não há Ressurreição sem as dores da Paixão e a morte na Cruz!
À Jesus, toda honra, louvor e adoração!
Shalom🙏Veni Sancte Spiritus! Veni Lumem Cordium!

Compartilhe Também

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

INSCREVA-SE NO BOLETIM INFORMATIVO

Inscreva-se para receber nossas últimas notícias

Mais para você ler