Reflexão Do Evangelho 21/08/2021

Bom dia Espírito Santo! O que vamos fazer juntos hoje….

Evangelho de hoje, 21 de agosto (Mt 23,1-12): «Um só é o vosso Mestre e vós sois todos irmãos»
Jesus falou às multidões e aos discípulos: «Os escribas e os fariseus sentaram-se no lugar de Moisés para ensinar. Portanto, tudo o que eles vos disserem, fazei e observai, mas não imiteis suas ações! Pois eles falam e não praticam. Amarram fardos pesados e insuportáveis e os põem nos ombros dos outros, mas eles mesmos não querem movê-los, nem sequer com um dedo. Fazem todas as suas ações só para serem vistos pelos outros, usam faixas bem largas com trechos da Lei e põem no manto franjas bem longas. Gostam do lugar de honra nos banquetes e dos primeiros assentos nas sinagogas, de serem cumprimentados nas praças públicas e de serem chamados de ‘Rabi’». Quanto a vós, não vos façais chamar de ‘Rabi’, pois um só é vosso Mestre e todos vós sóis irmãos. Não chameis a ninguém na terra de ‘pai’, pois um só é vosso Pai, aquele que está nos céus. Não deixeis que vos chamem de ‘guia’, pois um só é o vosso Guia, o Cristo. Pelo contrário, o maior dentre vós deve ser aquele que vos serve. Quem se exaltar será humilhado, e quem se humilhar será exaltado».
 
COMENTÁRIO: As duras advertências de Jesus atingem primeiro as lideranças religiosas. Elas conhecem as Escrituras, fazem belas pregações nas sinagogas, apontam os defeitos alheios. Talvez consigam até esconder-se atrás de seus impressionantes discursos. Mensagem de incrível atualidade. Aos líderes religiosos e políticos, o Mestre pede que sejam cumpridores do que exigem dos outros. Ao povo em geral ele alerta para que não se deixe enganar pelas conversas e atitudes de certos líderes. São lobos ferozes disfarçados de ovelhas, dirá Jesus em outra ocasião (Mt 7,15). Malfeitores também choram diante das câmeras de televisão! É preciso observar o que fazem. Os títulos podem encobrir atitudes não recomendáveis. Jesus espera atitudes de humildade e generoso serviço ao próximo. Com Jesus nós aprendemos a ser coerentes nas nossas palavras e atitudes. Conseguimos atrair as pessoas muito mais com o nosso testemunho de vida do que mesmo com bonitas palavras e longas preleções. Jesus criticava os mestres da lei e os fariseus pelo contratestemunho que davam diante das pessoas de quem eles cobravam o cumprimento de regras e preceitos que eles mesmos não conseguiam cumprir. Diante do que Jesus nos ensina, precisamos estar muito firmes nas nossas ações quando cobramos ou exigimos dos outros que reconheçam a nossa autoridade. A nossa autoridade é legitimada pelas nossas ações e não pelas nossas palavras e conselhos. Tem autoridade, aquele que ensina o que vive e que dá conselhos, porque pratica.
 
Orai sem cessar: «Deus resiste aos soberbos e dá a Sua graça aos humildes!»
São Pio 10º, rogai por nós, pela Igreja de Cristo e pelo fim da Pandemia!
À Jesus, toda a honra, louvor e adoração!
Shalom🙏Veni Sancte Spiritus! Veni Lumem Cordium!

Compartilhe Também

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

INSCREVA-SE NO BOLETIM INFORMATIVO

Inscreva-se para receber nossas últimas notícias

Mais para você ler