Sábado Santo 03/04/2021

Bom dia Espírito Santo! O que vamos fazer juntos hoje…
Sábado Santo: Silêncio e Conversão
O Sábado Santo é um dia “alitúrgico”. O que celebraremos a partir da tarde de hoje, com efeito, já corresponderá à liturgia da noite pascal, quando o nosso Salvador, saindo glorioso do sepulcro na manhã de domingo, vence a morte e nos dá uma nova vida.
 
Hoje, propriamente, não há “Evangelho” para meditar, ou melhor, deveríamos meditar todo o Evangelho, porque todo ele desemboca no que hoje recordamos: a entrega de Jesus à Morte para ressuscitar e nos dar uma Vida Nova. Hoje é um dia de silêncio na Igreja: Cristo jaz no sepulcro e a Igreja medita, admirada, o que fez este Senhor nosso por nós. Guarda silêncio para aprender do Mestre, ao contemplar o seu corpo destroçado. Cada um de nós pode e deve unir-se ao silêncio da Igreja. E ao considerar que somos responsáveis por essa morte, esforçar-nos-emos para que as nossas paixões, as nossas rebeldias, tudo o que nos afaste de Deus, guardem silêncio. O Sábado Santo não é um dia triste. O Senhor venceu o demônio e o pecado, e dentro de poucas horas vencerá também a morte com a sua gloriosa Ressurreição. «Hoje há um grande silêncio na terra. Um grande silêncio e solidão. Um grande silêncio porque o Rei dorme. A terra se estremeceu e se ficou imóvel porque Deus está dormindo em carne e ressuscitou aos que dormiam há séculos. Deus morreu na carne e despertou a mansão dos mortos. Do mesmo modo que vemos Deus descansar ao final de sua obra criadora no Gênesis, o Senhor repousa agora de fadiga redentora. Pois a Páscoa, que está por surgir definitivamente no mundo, é “a festa da nova criação”: ao Senhor custou-lhe a vida devolver-nos a Vida. Recorramos a Santa Maria: Virgem da Solidão e do Silêncio, Mãe de Deus e nossa, ajuda-nos a compreender, como escreve São Josemaria, que é preciso fazer vida nossa a vida e a morte de Cristo. Morrer pela mortificação e pela penitência, para que Cristo viva em nós pelo Amor. E seguir então os passos de Cristo, com ânsia de corredimir todas as almas. Dar a vida pelos outros. Só assim se vive a vida de Jesus Cristo e nos fazemos uma só coisa com Ele.
 
O Sábado Santo é o dia da espera da Ressurreição, intensamente vivida pela Mãe de Jesus, de onde provém a devoção da Igreja a Santa Maria aos sábados.
Orai sem cessar: «Amo os que Me amam; quem Me procura encontrar-Me-á!» (Prov 8, 17)
À Jesus, toda a honra, louvor e adoração!
Shalom🙏Veni Sancte Spiritus! Veni Lumem Cordium!

Compartilhe Também

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

INSCREVA-SE NO BOLETIM INFORMATIVO

Inscreva-se para receber nossas últimas notícias

Mais para você ler