Reflexão do Evangelho 03/11/2020

Bom dia Espírito Santo! O que vamos fazer juntos hoje….

Evangelho de hoje, 03 de novembro (Lc 14,15-24):

«O convite do Senhor»
Disse a Jesus um dos que estavam com Ele à mesa: «Feliz de quem tomar parte no banquete do Reino de Deus». Respondeu-lhe Jesus: «Certo homem preparou um grande banquete e convidou muita gente. À hora do festim, enviou um servo para dizer aos convidados: “Vinde, que está tudo pronto”. Mas todos eles se foram desculpando. O primeiro disse: “Comprei um campo e preciso de ir vê-lo. Peço-te que me dispenses”. Outro disse: “Comprei cinco juntas de bois e vou experimentá-las. Peço-te que me dispenses”. E outro disse: “Casei-me e por isso não posso ir”. Ao voltar, o servo contou tudo isso ao seu senhor. Então, o dono da casa indignou-se e disse ao servo: “Vai depressa pelas praças e ruas da cidade e traz para aqui os pobres, os aleijados, os cegos e os coxos”. No fim, o servo disse: “Senhor, as tuas ordens foram cumpridas, mas ainda há lugar”. O dono da casa disse então ao servo: “Vai pelos caminhos e azinhagas e obriga toda a gente a entrar, para que a minha casa fique cheia. Porque eu vos digo que nenhum daqueles que foram convidados provará do meu banquete”».
 
COMENTÁRIO: «Feliz daquele que se sentar à mesa no Reino de Deus!» Bem-aventurança eterna, simbolizada num grande banquete (Is 25,6; Mt 22,1-14). Diante do convite de Deus à fé e à correspondência pessoal, há que sacrificar qualquer interesse humano, por mais lícito e nobre que se nos apresente, se impede a resposta cabal ao chamamento divino. Essas aparentes razões ou deveres são, de fato, meras desculpas. Por isso aparece clara a culpabilidade dos convidados desagradecidos. «Compele a entrar»: Não se trata de violentar a liberdade de ninguém, Deus não quer que O amemos à força, mas de ajudar a nos decidir pelo bem, deixando os respeitos humanos, a ocasião de pecado, a ignorância… «Obriga-se alguém a entrar» com a oração, com o sacrifício, com o testemunho de uma vida cristã, com a amizade, numa palavra, com o apostolado. «Se, para salvar uma vida terrena, empregamos a força, com o aplauso de todos, para evitar que um homem se suicide…, não havemos de poder empregar a mesma coação, a santa coação, para salvar a Vida de muitos que se obstinam em suicidar idiotamente a sua alma?» (Caminho, n° 399). Felizes são os convidados para o Banquete. Também são felizes e serão recompensados todos aqueles que convidam e ajudam seus amigos a entrar: “Se alguém fizer voltar ao bom caminho algum de vós que se afastou para longe da verdade, saiba: aquele que fizer um pecador retroceder do seu erro, salvará sua alma da morte e fará desaparecer uma multidão de pecados!” (Tg 5, 19-20).
 
Orai sem cessar: “Feliz daquele que se sentar à mesa no Reino de Deus!”
São Martinho de Lima, rogai por nós e pelos profissionais da saúde do mundo inteiro!
À Jesus, toda a honra, louvor e adoração!
Shalom🙏Veni Sancte Spiritus! Veni Lumem Cordium!

Compartilhe Também

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

INSCREVA-SE NO BOLETIM INFORMATIVO

Inscreva-se para receber nossas últimas notícias

Mais para você ler

LOJA VIRTUAL

(Clique na imagem para acessar)

fechar
Comece a digitar para ver as postagens que está procurando.
Voltar Ao Topo