Reflexão Do Evangelho 19/03/2021

Bom dia Espírito Santo! O que vamos fazer juntos hoje….

Evangelho de hoje, 19 de março (Mt 1,16.18-24): «José, Filho de Davi!»
Jacó gerou José, o esposo de Maria, da qual nasceu Jesus, que é chamado o Cristo. A origem de Jesus Cristo foi assim: Maria, sua mãe, estava prometida em casamento a José e, antes de passarem a conviver, ela encontrou-se grávida pela ação do Espírito Santo. José, seu esposo, sendo justo e não querendo denunciá-la publicamente, pensou em despedi-la secretamente. Mas, no que lhe veio esse pensamento, apareceu-lhe em sonho um anjo do Senhor, que lhe disse: «José, Filho de Davi, não tenhas receio de receber Maria, tua esposa; o que nela foi gerado vem do Espírito Santo. Ela dará à luz um filho, e tu lhe porás o nome de Jesus, pois ele vai salvar o seu povo dos seus pecados». Tudo isso aconteceu para se cumprir o que o Senhor tinha dito pelo profeta: «Eis que a virgem ficará grávida e dará à luz um filho. Ele será chamado pelo nome de Emanuel, que significa: Deus-conosco». Quando acordou, José fez conforme o anjo do Senhor tinha mandado e acolheu sua esposa.
 
COMENTÁRIO: Os cristãos celebram hoje com grande alegria a solenidade de São José, Esposo da Vigem Maria e Patrono da Igreja.
Administradores dos mistérios de Deus (1Co 4,1)! José, o esposo de Maria, viu com os seus próprios olhos, a realização das profecias. Escolhido para o casamento mais glorioso, recebeu a revelação pela boca dos anjos que cantavam: «Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens do Seu agrado» (Lc 2,14). Anuncia, José, a David, antepassado do Homem-Deus, as maravilhas que os teus olhos contemplaram: viste o Infante repousar no seio da Virgem, adoraste-O com os magos, deste glória a Deus com os pastores, segundo a palavra do anjo. Reza a Cristo, nosso Deus, para que as nossas almas sejam salvas. Tu, José, recebeste nos teus braços o Deus imenso diante de Quem tremem as potências celestes, quando Ele nasceu da Virgem e tu foste consagrado. É por isso que nós te prestamos honras. A tua alma foi obediente às ordens de Deus. Cheio de uma pureza sem igual, mereceste receber por esposa a que é pura e imaculada entre as mulheres; foste o guardião da Virgem quando ela mereceu tornar-se o tabernáculo do Criador. Aquele que com uma palavra formou o céu, a terra e o mar foi chamado «filho do carpinteiro», isto é, teu filho, admirável José! Foste nomeado pai d’Aquele que não tem começo e que te glorificou como administrador dum mistério que ultrapassa a nossa compreensão. Guardião sagrado da Virgem bendita, cantaste com ela este cântico: «Obras do Senhor, bendizei todas o Senhor: a Ele a glória e o louvor eternamente!» (Dn 3,57) – [Liturgia bizantina – Menaion].
 
São José, esposo da Virgem Maria e pai adotivo de Jesus, rogai por nós, pela Igreja e pelo fim da Pandemia e de todo mal que a circunda!
Tenha um abençoado final de semana!
À Jesus, toda honra, louvor e adoração!
Shalom🙏Veni Sancte Spiritus! Veni Lumem Cordium!

Compartilhe Também

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

INSCREVA-SE NO BOLETIM INFORMATIVO

Inscreva-se para receber nossas últimas notícias

Mais para você ler