Reflexão do Evangelho 19/10/2021

Bom dia Espírito Santo! O que vamos fazer juntos hoje…

Evangelho de hoje, 19 de outubro (Lc 12,35-38): «Exortação à vigilância»
Disse Jesus aos seus discípulos: Ficai de prontidão, com o cinto amarrado e as lâmpadas acesas. Sede como pessoas que estão esperando seu senhor voltar de uma festa de casamento, para lhe abrir a porta, logo que ele chegar e bater. Felizes os servos que o Senhor encontrar acordados quando chegar. Em verdade, vos digo: Ele mesmo vai arregaçar sua veste, os fará sentar à mesa e passará para servi-los. E caso Ele chegue pela meia-noite ou já perto da madrugada, felizes serão, se assim os encontrar!
 
COMENTÁRIO: Felizes os que o Senhor encontrar acordados! Nesse Evangelho, Jesus nos fala da virtude da vigilância, ou seja, daquela disposição constante e firme para permanecermos acordados à espera de Nosso Senhor, que há de voltar a esta terra e deseja encontrar nossos corações preparados para a sua gloriosa vinda. Como de costume, Cristo recorre a uma comparação bastante expressiva e clara, sobretudo, para os judeus da época. Devemos ser, diz o Senhor, como servos cujos rins estejam cingidos, isto é, temos de estar prontos para amar efetivamente a Deus; por outro lado, temos de manter acesas as lâmpadas da fé, sob cuja luz nos guiamos na escuridão de um mundo mergulhado no pecado e cego à glória de Jesus. A nossa esperança na vinda de Cristo, portanto, deve estar bem firmada em duas outras virtudes: a fé e a caridade cristãs. Essa exortação do Senhor, também, nos revela a tendência de nossa alma à sonolência no amor, à preguiça na fé e, por fim, aos sonhos, às quimeras, às ilusões em que o pecado nos introduz com suas falsas promessas de felicidade e de um mundo irreal, sujeito às vaidades e caprichos humanos. Acordando-nos, assim, deste “sono” espiritual, Cristo nos chama à verdadeira vigilância: Ele quer que despertemos da sonolência moral a que somos arrastados e, com um empenho amoroso e decidido, nos mantenhamos despertos e joguemos sempre mais óleo na lâmpada de nossa fé, cujo incremento devemos pedir todos os dias a Deus. Que Ele nos conceda, pois, uma fé cada vez mais resplandecente, cada dia mais luminosa. Que essa mesma fé, enfim, dê mãos à caridade e se converta num instrumento de serviço a Deus e ao próximo, iluminando os caminhos da terra e conduzindo muitas outras almas ao encontro definitivo com Cristo na glória do Céu!
 
Orai sem cessar: “Minha alma espera pelo Senhor, mais ansiosa do que os vigias pela manhã” (Sl 129,6).
Santos João e Isaac Jesuítas, rogai por nós, pelos cristãos perseguidos e martirizados no mundo inteiro e pelo fim da Pandemia!
À Jesus, toda a honra, louvor e adoração!
Shalom🙏Veni Sancte Spiritus! Veni Lumem Cordium!

Compartilhe Também

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

INSCREVA-SE NO BOLETIM INFORMATIVO

Inscreva-se para receber nossas últimas notícias

Mais para você ler