Reflexão Do Evangelho 21/03/2021

Bom dia Espírito Santo! O que vamos fazer juntos hoje….
Evangelho de hoje, 21 de março (Jo 12,20-33): «A angústia redentora de Cristo!»
Havia alguns gregos entre os que tinham subida a Jerusalém para adorar durante a festa. Eles se aproximaram de Filipe, que era de Betsaida da Galileia, e disseram: «Senhor, queremos ver Jesus». Filipe conversou com André, e os dois foram falar com Jesus. Jesus lhes respondeu: «Chegou a hora em que o Filho do Homem vai ser glorificado. Em verdade, em verdade, vos digo: se o grão de trigo que cai na terra não morre, fica só. Mas, se morre, produz muito fruto. Quem se apega à sua vida, perde-a; mas quem não faz conta de sua vida neste mundo, há de guardá-la para a vida eterna. Se alguém quer me servir, siga-me, e onde eu estiver, estará também aquele que me serve. Se alguém me serve, meu Pai o honrará.» Sinto agora grande angústia. E que direi? ‘Pai, livra-me desta hora’? Mas foi precisamente para esta hora que eu vim. Pai glorifica o teu nome!» Veio, então, uma voz do céu: «Eu já o glorifiquei, e o glorificarei de novo». A multidão que ali estava e ouviu, dizia que tinha sido um trovão. Outros afirmavam: «Foi um anjo que falou com ele». Jesus respondeu: «Esta voz que ouvistes não foi por causa de mim, mas por vossa causa. É agora o julgamento deste mundo. Agora o chefe deste mundo vai ser expulso, e quando eu for elevado da terra, atrairei todos a mim». Ele falava assim para indicar de que morte iria morrer.
 
COMENTÁRIO: Aprende e vê, meu irmão, que há no deserto muitas serpentes que mordem a multidão dos teus pensamentos, e que são: injúrias, difamações, angústias, murmúrios, disputas, calúnias que são lançadas contra ti. Se queres escapar-lhes, faz o que faziam os israelitas: olhavam para a serpente de bronze que Moisés tinha feito. E todos os que a olhavam eram curados. Também tu, quando te vires mordido por uma dessas serpentes, contempla Nosso Senhor Jesus Cristo suspenso na cruz. Como diz o apóstolo Paulo, põe os olhos «em Jesus, autor e consumador da fé. Ele, renunciando à alegria que Lhe fora proposta, sofreu a cruz, desprezando a ignomínia, e sentou-se à direita do trono de Deus» (Heb 12,2). Eis, em poucas palavras, como deves de ter os olhos fixos nele, quando fores mordido pelas serpentes: quando fores desonrado, fixa os olhos nele, que também foi desonrado, e foi-o por ti, tratado por demônio e por samaritano (Jo 8, 48), escarnecido, esbofeteado, cuspido na cara, deram-Lhe vinagre e fel, feriram-Lhe a cabeça com espinhos. Se fores mordido por um pensamento de vanglória, por te confiarem tarefas importantes, lembra-te daquelas palavras de Nosso Senhor: «Quando tiverdes cumprido tudo o que vos foi ordenado, dizei: “somos servos inúteis”» (Lc 17,10). E se tiveres vontade de desprezar o teu irmão por causa da sua fraqueza, fixa os olhos naquele que tinha mais solicitude pelos pecadores, os publicanos e as prostitutas, para os converter a Si, do que pelos justos, que não tinham necessidade de conversão. E, quando as paixões naturais e os demônios te oprimirem, fixa os olhos nele, pregado na Cruz, cravado de mãos e pés. Medita sem cessar no teu coração acerca destas coisas e o veneno das serpentes desaparecerá do teu coração. É que, pela sua crucifixão, Jesus está mais próximo de ti do que a serpente de bronze estava dos hebreus, pois habita o teu coração, e nas pregas secretas da tua alma resplandece a luz do seu rosto glorioso (Filoxeno de Mabug, bispo da Síria).
 
Orai sem cessar: «E quando eu for elevado da terra, atrairei todos a mim!»
São José, servo justo e fiel, rogai por nós, pelo fim da Pandemia e de todo mal que a circunda!
À Jesus, toda honra, louvor e adoração!
Shalom🙏Veni Sancte Spiritus! Veni Lumem Cordium!

Compartilhe Também

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on email

INSCREVA-SE NO BOLETIM INFORMATIVO

Inscreva-se para receber nossas últimas notícias

Mais para você ler